Quais os melhores vinhos portugueses de 2022? A escolha não é tarefa fácil, embora seja um bocado prazerosa para quem a executa. Para fazer esta seleção, 40 especialistas de diversos países do mundo realizaram provas cegas (sem o conhecimento prévio dos vinhos) de 60 amostras diferentes. Amostras estas que, por sua vez, foram selecionadas num universo muito mais amplo. Ao longo dos últimos meses, os provadores da Revista de Vinhos experimentaram cerca de mil rótulos diferentes, provenientes de todas as regiões de Portugal. Brancos, Tintos, Espumantes e até mesmo os Fortificados (como o vinho Madeira e o Porto) estiveram no páreo. Líderes de opinião, jornalistas, críticos e sommeliers de países como Portugal, Espanha, Dinamarca, Inglaterra, Itália, Suíça, Estados Unidos e Brasil, num total de 40 especialistas, fizeram a derradeira seleção do TOP 10 Vinhos Portugueses. A prova aconteceu no Porto, durante o Essência do Vinho, maior evento vínico do Norte e um dos maiores do país. A lista dos campeões nós trazemos aqui abaixo.

Desta vez, dois vinhos brancos, seis vinhos tintos e dois fortificados são os sublinhados da competição. O trio de grandes vencedores tem terroirs bem diferenciados: Alentejo, Dão e Porto.

Best wines 2022

Nº 1 TINTOS: Estremus 2017, elaborado por João Portugal Ramos em Estremoz. Na base tem um vinhedo de apenas 1,5 hectares, que representa somente 6% do total da vinha que envolve o Castelo de Estremoz, a mais emblemática do produtor. O Estremus é um lote, em partes iguais, das castas Alicante Bouschet e Trincadeira, tendo sido engarrafados 1.953 exemplares. Preço médio: 125€

Nº 1 BRANCOS: Quinta dos Carvalhais Branco Especial, produzido pela Sogrape no Dão. Nesta quinta edição trata-se de um blend que alia vinhos de sete colheitas: 2006, 2010, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2020. Tem autoria da enóloga Beatriz Cabral de Almeida e possui castas como Encruzado (48%), Gouveio (24%), Sémillon (9%) e outras variedades (19%). Preço médio: 50€

Nº 1 FORTIFICADOS: Real Companhia Velha Very Old Tawny 1927, um vinho do Porto muito velho do espólio da Quinta das Carvalhas, que integra uma coleção especial para celebrar os 265 da empresa, juntamente com os Portos de 1900 e de 1908. Preço médio: 2.500€ (trata-se de um vinho raro e muito difícil de encontrar no mercado, sendo vendido em uma caixa comemorativa, com mais duas garrafas; uma de 1.900 e outra de 1.908.

O restante TOP 10 Vinhos Portugueses é constituído por: 

  • Rosa Santos Família 2017 (2º vinho tinto, Regional Alentejano, Jorge Rosa Santos & Filhos). Preço médio: 52€; 
  • Quinta da Boavista Vinha do Ujo 2017 (3º vinho tinto, Douro, Sogevinus Fine Wines). Preço médio: 1200€;
  • Júpiter Code 01 2015 (4º vinho tinto, Regional Alentejano, Rocim). Preço médio: 1.000€; 
  • Uivo Cronológico 2011 (5º vinho tinto, IVV, Folias de Baco). Preço médio: 20€;
  • Pape 2018 (6º vinho tinto, Dão, Quinta da Pellada). Preço médio: 34€;
  • Quinta do Regueiro Alvarinho Jurássico II (2º vinho branco, Vinhos Verdes – Monção e Melgaço, Quinta do Regueiro). Preço médio: 45€;
  • Barbeito Famílias Meio Doce 50 Anos (2º vinho fortificado, Vinho Madeira, Vinhos Barbeito). Preço médio: 620€.